quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Lula e a imprensa

O presidente Lula deu a seguinte declaração hoje pela manhã: o presidente Luiz Inácio Lula da Silva falou sobre sua relação com as empresas de comunicação ao longo de seus oito anos no governo. Lula criticou o que chamou de "imprensa antiga", por pensar que o povo é massa de manobra. "Eles se enganam, o povo está mais inteligente, sabido", afirmou.

Concordo com esta declaração e afirmo mais, a internet facilitou o acesso à informação e possibilidades como os blogs, o twitter e outros fizeram com qeu a informação fosse compartilhada mais rapidamente.

No caso do nosso programa, por exemplo, a população tem voz para reivindicar, elogiar e expor ideias sobre todos os assuntos.

O jornalismo está em fase de reestruturação ao meu entender. Não mais o jornalista como um ser que não faz parte do mundo, mas sim um cidadão atuante, que continua tentando ser imparcial na medida do possível e isento de colocações sem apuração.

É uma nova realidade, um novo momento que engrandece ainda mais os profissionais qualificados e os cidadãos conscientes.

O que o presidente chamou de "imprensa antiga" está com os dias contados.

2 comentários:

  1. LEANDRO TABOADA COUTINHO24 de novembro de 2010 07:04

    É. O nobre presidente sabe mesmo ser populista!

    Quando ele foi contra a assinatura da Constituição, contra a implantação do plano Real e contra a versão do bolsa família que nasceu no governo do PSDB (que dizia se tratar de ESMOLA para o povo) ele dizia que o povo era facilmente enganado pelos governistas.

    Oito anos de governo se passaram e, agora, o povo que NÃO acreditou no mensalão, nem nos falsos dossiês, nem nas quebras de sigilos dos adversários, e que aceitou a defesa pública a José Sarney e, pra finalizar, deu nada menos do que 8,7 milhões de votos a candidatos fichas-suja (fonte: folha.uol.com.br) está mais inteligente, sabido.

    Então, para Lula o povo é inteligente quando está com ele, e facilmente enganado quando não está. A imprensa é antiga e marrom quando não o apoia, e limpa e livre quando não fala sobre os inúmeros casos de corrupção em seus oito anos de governo.

    É uma curiosa forma de avaliar povo e comportamento da imprensa. Vamos ver como vai se comportar esse mesmo povo optou pela continuidade da situação e já está às voltas com o retorno da CPMF.

    ResponderExcluir
  2. Roberto, apenas quero escrever que você e o Lula estão com a razão.
    A corrupção começou na nossa história quando o primeiro portugues ofereceu o primeiro espelhinho pro primeiro índio - e ele aceito.
    Como a mesma corrupção começou nos outros países não sei. Só sei que ela existe desde que o mundo é mundo. E que gente é gente.
    Parabenizo a você pelo trabalho sim.
    E aproveito para divulgar um projeto que está acontecendo aqui na cidade - muito conveniente para quem, por ex., gostaria de ler Eduardo Bueno, que conta a história do Brasil de um modo através do qual, a gente não fica se sentindo - nem o ó do borogodó nem o cocô do cavalo do bandido.
    Você sabe - a leitura faz isto com as pessoas, ensina a discernir com algum equilíbrio.
    Segue o endereço:

    livronoponto.blogspot.com

    Não é trabalho meu mas merece ser divulgado - dê uma olhada.
    E 1 abraço.

    ResponderExcluir