terça-feira, 28 de julho de 2009

Paralisação de ônibus

Hoje pela manhã, conforme nosso programa informou, os funcionários da viação Petrópolis paralisaram as atividades porque estão cm salários atrasados, horas extras não pagas e cesta básica atrasada. Mais um capítulo desta novela do sistema de transporte coletivo da cidade. Há dois anos estamos falando sobre este assunto e nenhuma providência é tomada.

Os motoristas e cobradores estão chegando ao limite: salários atrasados, carros sucateados e nenhuma condição de trabalho.

Por volta do meio dia a empresa declarou que pagaria os salários hoje, a cesta amanhã e na sexta as horas extras trabalhadas.

De uma hora pra outra o dinheiro apareceu...

9 comentários:

  1. E a Prefeitura? ninguém fiscaliza isso e depois quem paga é o povo.
    To cansado deste assunto, perdi as esperanças.
    Luiz

    ResponderExcluir
  2. Amigo Roberto. Não esta na hora de abrir uma licitação para novas empresas virem para Petrópolis, com Onibus mais novos e proposta de passagem mais barata. É umabsurdo eu utilizar o transporte da minha casa (Bairro Morin x Centro) um percusro de 5 minutos e pagar R$ 2,20 além de onibus sucateado, com IPVA atrazado, varias carros quebrando, isso esta um perigo!!!!! Vamos levar esta proposta ao nosso prefeito, creio que com uma licitação novas empresas virão p/ ca e com certeza as passagens ficarão mais baratas, cade o Inter-Bairros ??? Cade Prefeito ????? Abraços ao Amigo - Parabéns por esse espaço.

    ResponderExcluir
  3. Petropolis em decadencia28 de julho de 2009 16:02

    Como o dinheiro apareceu, isso não é problema nosso. Pode ser que a VP abriu a mão mesmo, ou que fez um emprestimo com a Autobus ou com banco... Sei lá, não me importo.
    Ela só ta fazendo isso pq vai chegar um dia que alguem de pulso forte e não essa prefeitura que so fica chorando por falta de dinheiro (como se so ela tivesse um rombo desse tamanho!) resolva interferir e quem sabe tirar essa porcaria de empresa de operação, colocando outra no lugar, abrindo licitação ou repassando as linhas entre empresas da cidade mesmo. Diga-se de passagem que o problema não é a empresa e sim sua administração...

    ResponderExcluir
  4. Tomara que eu esteja enganado, mas parece que estes atrazos são um golpe para justificar um futuro aumento das tarifas, pois como todos já sabem este assunto já está rondando nossas cabeças. que Deus nos abençoe e permita que eu esteja errado.
    um abraço
    Luis Fernando
    Mosela

    ResponderExcluir
  5. Olá Roberto,
    Não só os motoristas e cobradores que estão com os salários atrasados, mas também funcionários que trabalham dentro das empresas. Muitos destes funcionários estão com férias vencidas e têm que negociar com seus superiores.

    ResponderExcluir
  6. Esperemos que não seja motivo para aumento de passagem...Mas que as reivindicações são justas, são sim senhor. Aliás são quase as mesmas, pois as condições de trabalho de motoristas e cobradores são as condições de serviço oferecidas aos usuários. Enquanto o movimento for fiel às suas propostas iniciais, eu sou solidário.
    Abraços,
    Alexandre

    ResponderExcluir
  7. claudio casemiro marques29 de julho de 2009 10:11

    Roberto, parabens pelo blog

    ResponderExcluir
  8. Roberto!
    A situação do Transporte Coletivo é culpa da Procuradoria do Ministério do Trabalho, CPTrans e dos próprios trabalhadores Rodoviários, que não cobram e fiscalizam o Sindicato que atua sempre sob a TUTELA das Empresas, em detrimento aos interesses da categoria.
    Sindicato comprometido e controlado...
    Ministério do Trabalho omisso...
    CPTrans um grande consórcio...

    ResponderExcluir
  9. Olá Roberto e Dani, não concordo com algumas pessoas que opinaram anteriormente a respeito dos ônibus de nossa cidade. tudo bem que os carros não são excelentes, mas também não podem ser chamados de sucata, uma vez que a petro ita adquiriu varios carros novos, a Cascatinha bem organizada e a Salvini com a frota bem arrumadinha. As outras empresas também tem carros
    com condições de rodarem perfeitamente. falo isso porque conheço ônibus.

    ResponderExcluir